Total Express lança plataforma com solução de frete para o segmento PME

Com investimento de R$ 8 milhões, novo serviço deve ampliar em cinco vezes a base de clientes da empresa até o fim de 2017
  08/02/2017
Warehouse total express 1

A Total Express, empresa de logística do Grupo Abril, acaba de lançar um novo serviço no mercado. Com foco nos pequenos e médios e-commerces, a companhia lançou ontem, 6 de fevereiro, o e-TOTAL, solução de frete para o segmento PME. A novidade, que já atraiu cerca de 1000 e-commerces de pequeno e médio porte, contou com investimento de R$ 8 milhões, entre infraestrutura, tecnologia e campanha de marketing.

A grande novidade do e-TOTAL é que ele conta com uma plataforma online (www.totalexpress.com.br/e-total), onde o cliente por fazer tudo, desde a contratação do serviço, até agendamento da coleta, simulação de frete e acompanhamento das entregas. A coleta grátis, cargas 100% seguradas e entrega para regiões que representam 95% do potencial de consumo do país também estão entre os diferenciais da solução. O novo serviço também promete rapidez: os e-commerces que agendarem suas coletas até às 11h terão as encomendas retiradas no mesmo dia.

"A Total Express é uma empresa comprometida em inovar e atender as novas demandas de seus clientes e com o lançamento do e-TOTAL damos um passo importante na evolução dos nossos negócios com os pequenos e médios e-commerces, que agora tem a oportunidade de entregar com a mesma eficiência que as maiores lojas virtuais do país. Nossa meta é substituir o e-SEDEX no mercado e ser a melhor alternativa também para o segmento PME", afirma o diretor geral da Total Express, Bruno Tortorello.

O novo serviço chega em meio à discussão sobre a suspensão definitiva do e-Sedex pelos Correios, que atendia grande parcela do comércio eletrônico de pequeno e médio porte. Com a iniciativa, a Total Express espera aumentar em cinco vezes a base de clientes com este perfil e crescer suas operações em 30% até o final de 2017.

Segundo dados da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), em 2017, a participação das PMEs no faturamento do comércio eletrônico deve aumentar para 25%. Os interessados na novidade precisam acessar o site do e-TOTAL (www.totalexpress.com.br/e-total), contratar o serviço e agendar sua primeira coleta.

Mais Notícias