Impacto da ilegalidade na economia brasileira é destaque de EXAME Fórum

Mesclando palestras, talk show e debates, o evento abordou o problema que causa um prejuízo que ultrapassa R$ 130 bilhões todos os anos
  16/07/2018
Forum ilegalidade

EXAME reuniu na última quinta-feira, 24/5, em São Paulo, grandes nomes para debater como a ilegalidade afeta a indústria e a economia do país. Mesclando palestras, talk show e debates, o evento abordou o problema que causa um prejuízo que ultrapassa R$ 130 bilhões todos os anos.

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou que é necessário rever alguns processos para facilitar a vida dos empreendedores. “Nós temos que procurar reduzir o número de impostos e simplificar o modelo tributário”, disse. Ele também falou sobre a disputa presidencial e a expectativa de chegar ao segundo turno com 17% dos votos.

Sobre a competição das empresas com os negócios informais, o presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e do Fórum Nacional contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP), Edson Vismona, ressaltou que a marca líder de cigarros no Brasil é o contrabando, e que uma das causas é o imposto cobrado no Paraguai. “A vantagem é tão grande que é quase um incentivo ao crime”, afirmou.

O encontro também recebeu o presidente da Souza Cruz, Liel Miranda, o diretor criativo da Osklen, Oskar Metsavaht, a diretora da Associação pela Indústria e Comércio de Esportivos no Brasil, Marina Carvalho, o economista Samuel Pessoa, o vice-presidente juridico da  Raízen, Antonio Ferreira Martins, entre outros.

Palavras-chave

  • EXAME
  • forum

Marcas envolvidas

Mais Notícias